O que faz e quanto ganha um Soldador?

O que faz e quanto ganha um Soldador?

Acesse nosso conteúdo e veja o que faz e quanto ganha um soldador em empresas. Descubra também sobre profissionais autônomos do setor. Leia mais!!

Gerdau

Publicado em: 26-10-2023

Algumas definições mais comuns para soldagem são: "processo de unir materiais metálicos, geralmente por meio do derretimento parcial ou total das peças a serem unidas, com ou sem a adição de material de enchimento, para formar uma junta permanente”; "operação que visa obter a união de duas ou mais peças, assegurando, na junta soldada, a continuidade de propriedades físicas, químicas e metalúrgicas"; "processo de união de materiais baseado no estabelecimento, na região de contato entre as peças que estão sendo unidas, de ligações químicas de natureza similar às atuantes no interior dos próprios materiais".

 

Um soldador especialista costuma ser muito requisitado pelos empreiteiros e engenheiros de obra. A relação de confiança que se desenvolve durante os trabalhos costuma garantir uma parceria duradoura. Além disso, o soldador não precisa ficar restrito apenas a um campo de atuação, pois são profissionais fundamentais em fábricas de automóveis, construção civil, obras e maquinários.

 

Mas o trabalho de soldagem pode ir muito além de construções e fusões, pode seguir os caminhos da inspiração na arte e na decoração.

 

Um exemplo é o jovem soldador Richard Lauth, de Chicago, EUA. O engenheiro soldador expõe todo o seu talento em peças criativas que vão desde animais e objetos até personagens do cinema. Segundo o artista, as peças são um hobby e também uma fonte de renda, uma vez que tudo o que produz é vendido em sua página do Etsy, um site americano de comércio eletrônico de artesanato e trabalhos manuais.

 

No Brasil, em 2012, o G1 fez uma matéria com o Dr. Alves, soldador e lanterneiro, que há mais de 20 anos largou o trabalho fixo, com carteira assinada, para ser artista da solda. O sustento da família e a criação dos filhos são frutos de suas criações, vendidas para os conhecidos do Ceará, turistas nacionais e internacionais.

 

O soldador dispõe de uma técnica diferente para cada tipo de soldagem, elaborada para aprimorar seu trabalho e garantir o sucesso e a segurança do trabalho. Essas técnicas costumam ser desenvolvidas e aprimoradas durante os anos de exercício da profissão. É a técnica, a precisão e a minúcia que diferenciam os soldadores, sendo profissionais que conseguem deixar sua “marca” nos detalhes.

 

O que faz um soldador?

 

Um soldador é um profissional especializado em unir materiais metálicos através de processos de soldagem. A profissão de soldador é essencial em diversos setores da indústria, sendo responsável por unir metais através de processos de soldagem. Esses profissionais desempenham um papel crucial na fabricação e manutenção de estruturas metálicasequipamentos, peças de decoração, móveiscomponentes diversos. Algumas das responsabilidades e habilidades exigidas na profissão de soldador são:

 

Habilidades exigidas:

 

  1. Conhecimento técnico: Os soldadores precisam ter um entendimento profundo dos processos de soldagem, materiais metálicos, e das especificações técnicas relacionadas ao trabalho.

     

  2. Destreza manual: Habilidades manuais precisas são fundamentais para manipular equipamentos de soldagem e executar soldas de alta qualidade.

     

  3. Atenção aos detalhes: A precisão é crucial para garantir que as soldas sejam seguras e atendam às especificações técnicas.

     

  4. Conhecimento de segurança: Consciência e prática rigorosa das normas de segurança são essenciais para prevenir acidentes e lesões.

     

  5. Adaptação a tecnologia: Com o avanço tecnológico, soldadores muitas vezes precisam se adaptar a novas tecnologias, como soldagem robótica ou processos automatizados.

 

Responsabilidades:

 

  • Interpretação de projetos: Soldadores frequentemente trabalham a partir de desenhos técnicos ou instruções para realizar soldas conforme as especificações do projeto.

     

  • Preparação de materiais: Isso inclui a limpeza, corte e conformação de peças metálicas antes do processo de soldagem.

     

  • Escolha do processo de soldagem: Determinar qual método de soldagem é mais apropriado para o tipo de metal e projeto em questão.

     

  • Operação de equipamentos: Utilização de equipamentos de soldagem, como máquinas de solda TIG, MIG/MAG ou eletrodos revestidos.

     

  • Controle de qualidade: Verificar a qualidade das soldas, identificar e corrigir defeitos para garantir a integridade estrutural e funcional das peças.

     

  • Manutenção de equipamentos: Cuidado e manutenção adequada dos equipamentos de soldagem para garantir seu funcionamento eficiente e seguro.

     

Soldagem para móveis, portões e decorações em estilo industrial

 

A soldagem também desempenha um papel importante na criação de móveis, portões e decorações em estilo industrial. A estética robusta e contemporânea do estilo industrial muitas vezes envolve o uso criativo da soldagem. Portões de açomóveis de metal e elementos decorativos são frequentemente fabricados por soldadores especializados. A soldagem TIG é popular para detalhes finos e soldas visíveis, enquanto a soldagem MIG/MAG pode ser usada para trabalhos de maior escala.

 

Os soldadores que se especializam nesse campo precisam não apenas das habilidades técnicas nas diversas técnicas de soldagem, mas também da capacidade de interpretar desenhos e conceber estruturas e peças com apelo estético. O resultado são criações únicas que combinam funcionalidade e estilo, agregando valor ao design de interiores e exteriores em ambientes industriais.

 

Quanto ganha um soldador?

 

média salarial de um soldador no Brasil, segundo o site Glassdoor, é de R$ 5.920 por mês. A remuneração variável é de R$ 3.050, variando entre R$ 1.000 e R$ 8.250. No site vagas.com o salário de um soldador varia entre R$2050 e R$3019. Já para soldadores da Petrobras, o salário médio é de R$5.015, mas varia de acordo com nível do cargo, começando em R$1.805 e chegando a R$13.602. Todos esses valores são para empregos em empresas de soldagem, ou que possuem uma posição de soldador disponível. Ainda existe a possibilidade do trabalhador ser autônomo e ter sua própria empresa. 

 

Soldador autônomo

 

Um soldador autônomo opera geralmente de forma independente, oferecendo seus serviços de soldagem a clientes diversos. O trabalho autônomo como soldador pode envolver uma variedade de atividades e abordagens, dependendo das necessidades do mercado e das habilidades específicas do profissional. Aqui estão alguns aspectos comuns do trabalho de um soldador autônomo:

 

  • Serviços diversificados:

    Soldadores autônomos podem oferecer uma ampla gama de serviços, incluindo reparos em estruturas metálicas, fabricação de peças personalizadas, soldagem em projetos de construção, entre outros.

     

  • Clientes variados:

    Eles podem trabalhar para uma variedade de clientes, desde empresas de construção e manufatura até proprietários de residências que precisam de serviços de reparo ou customização.

     

  • Local de trabalho variado:

    O soldador autônomo pode trabalhar em diferentes locais, seja em oficinas próprias, nas instalações do cliente ou em canteiros de obras.

     

  • Gestão empresarial:

    Além das habilidades técnicas de soldagem, um soldador autônomo geralmente precisa gerenciar aspectos empresariais, como marketingorçamentaçãocontabilidade atendimento ao cliente.

     

  • Aquisição de clientes:

    A busca ativa de clientes é essencial. Isso pode envolver a criação de uma presença onlinenetworking localpublicidade boca a boca e a construção de uma reputação sólida.

     

  • Flexibilidade de horários:

    A natureza autônoma permite uma certa flexibilidade nos horários de trabalho, embora isso também dependa da demanda do cliente.

     

  • Aquisição de equipamentos:

    O soldador autônomo é geralmente responsável pela aquisição e manutenção de seus próprios equipamentos de soldagem.

     

  • Contratos e orçamentos:

    Elaboração de contratos claros e orçamentos é crucial para garantir uma compreensão mútua entre o soldador autônomo e o cliente em relação aos serviços a serem prestados e aos custos envolvidos.

     

  • Segurança e licenças:

    O soldador autônomo deve cumprir normas de segurança e, em alguns casos, obter licenças ou certificações, dependendo das regulamentações locais.

     

  • Atualização Profissional:

    Manter-se atualizado com as últimas tecnologias e técnicas de soldagem é importante para oferecer serviços de alta qualidade.

 

A habilidade de um soldador autônomo em administrar eficientemente as demandas técnicas e empresariais pode influenciar diretamente o sucesso e a sustentabilidade de sua prática profissional independente.

Matérias relacionadas